• Batuque
Menu
Escolher um contacto:
Tags: DeCA | UA  
Imagem do contacto
Doutorando
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

Antonio Fruscella nasceu em Campobasso (Itália) onde obteve o seu diploma em guitarra clássica em 1999.

Subsequentemente, prosseguiu os seus estudos no "Conservatoire à rayonnement régional d'Aubervilliers" em Paris, terminando com nota máxima os cursos de guitarra e música de câmara sob a tutoria de Alberto Ponce, em 2002.

Completou neste mesmo conservatório o curso de especialização pós-diploma entre 2001 e 2003. Participou também em várias masterclasses com prestigiados professores, como D. Russel, L. Zea, G. Listes, A. Valente, O. Ghiglia. Ganhou múltiplos prémios em competições nacionais italianas (Barletta, Mottola, Recanati, Caramanico, Ortona, Pesacara, Savona) bem como em competições internacionais (3º prémio no Paris Duo Guitar Contest; 4º prémio no Montélimar Duo Guitar Concours; 2º prémio na "École Normale de Musique de Paris A. Cortot" na "J. Rodrigo Competition). Frequentou cursos de especialização na Villacroze Accademy (France) e na International Masterclass em Mendrisio (Suíça), ambos lecionados por Alberto Ponce. Em 2001 recebe o prémio "Subinates" como melhor estudante no XIII International Course em Mendrisio. Recebe em 2002 uma bolsa da "École Normale de Musique de Paris A. Cortot" e em 2003 obtem o diploma superior em performance musical.

Gravou para a "Alfa Musica" a Sonata de Antonio Ruiz Pipó. Em 2001 forma o "Debs Fruscella Duo" com a pianista Rania Debs. Editam 2 CD's: "Momenti Samai" e "Opus Mixtum" e participam em vários festivais e séries de concertos pela Europa, Médio Oriente e Mexico.

Tocou como solista e em ensemble em múltiplos concertos e festivais em Itália, França, Belgica, Espanha, Líbano, Suíça, Macedonia, Croatia, Austria, Mexico, Alemanha, Reino Unido, Polónia,Taiwan e Tailandia.

Entre os projetos que mais enfatizam este percurso ecléctico encontram-se o Duo CHORG (guitarra e órgão de tubos) com Simona Fruscella, e o duo de guitarra e flauta com o flautista Jacques Simony.

É professor convidado em cursos e masterclasses em instituições como o Conservatório de Música em Cesena (Itália), Conservatório "A. Segovia" de Linares (Espanha), Conservatório de Música em Morelia (Mexico); e em cursos como o "Classical Guitar Retreat" em Cumbrae (Escócia) e o "Guitar Stage" em Seckau (Austria). Estações de televisão como a MRT1 (Macedonia), a RTK1 (Kosovo) e a TV7 (Espanha) a gravaram e transmitiram concertos seus.

É professor no Conservatório de Música e Dança "Les Deux Muses" em Melun e no Conservatório em Vaux Le Pénil, Paris.

 

Ciência Vitae | ORCID

 

Projeto de Doutoramento
 
Título
Cândido Lima: contribution to the contemporary guitar repertoire
 
Orientação
Resumo

 

O presente trabalho tem como objetivo discutir a produção de violão do compositor português Cândido Lima (1939 -). A sua obra de guitarra é constituída por 28 peças solo e 53 peças de música de câmara, de acordo com o catálogo do Centro de Informação e Pesquisa em Música Portuguesa e o próprio compositor. Apesar dessa dimensão considerável, o trabalho de guitarra de Lima geralmente não é introduzido no repertório de violão clássico. Consideramos que isso se deve à falta de uma edição especializada e revisada, acrescida à dificuldade intrínseca dessas peças de guitarra, do ponto de vista idiomático, que constitui uma barreira significativa para o conhecimento geral desse repertório, também em termos de disponibilidade e visibilidade.
Portanto, esta pesquisa sugere uma proposta de criação sobre o repertório de violão de Cândido Lima: Uma nova versão, pensada em uma relação colaborativa com o autor, para adaptá-lo ao padrão do instrumento e depois reavaliar a importância de seu repertório desconhecido de violão.
Os métodos de arranjo fornecidos resolvem eventuais problemas de interpetação sobre repertório específico, a fim de equilibrar a técnica de composição ponderada implícita por um compositor não guitarrista com a praticabilidade instrumental. Autores como Lima (2003), Martingo (2011), Marinho e Carvalho (2012) contribuem para enquadrar todo o trabalho do ponto de vista teórico, além de trabalhos fornecidos por outros pesquisadores como Peruzzolo-Vieira (2017), Ivanovic (2014), Ostersjo (2008) e Rodrigues (2011) serão adicionados à relação de colaboração com Cândido Lima a partir de uma posição técnica. Esse processo visa organizar o repertório de violões de Lima com soluções técnicas e resultados estéticos, sem alterações da intenção musical primária evocada pelo compositor nas partituras.