• Dança 1
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Integrado | Doutorando
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas | Universidade Nova de Lisboa
Av. de Berna, n.º 26 C
1069-061 Lisboa
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 21 790 83 00 (ext. 1583)

Nota Biográfica

Jaime Reis (n. 1983) é um compositor português. Estudou Composição e Música Electroacústica com João Pedro Oliveira, Emmanuel Nunes e K. Stockhausen. Continuou os seus estudos de doutoramento na Universidade Nova de Lisboa em Etnomusicologia.
 
O pensamento musical de Jaime Reis é informado pelo seu grande interesse pela investigação em ciências naturais e pela sua permanente atenção às tradições musicais - e, de facto, espirituais - asiáticas. Um dos seus focos é a dinâmica das formas, forças e fluxos em música. Explora percursos polifónicos espaciais através de sistemas de som imersivos em forma de cúpula. Outra característica marcante da sua música é a presença de conceitos complexos que sustentam a construção das suas peças, muito embora não distraindo o ouvinte da sua beleza sensível. As ideias funcionam como funções ocultas que, apesar do seu rigor intelectual, geram formas musicais voluptuosas.
 
Jaime Reis é professor de Composição e Música Electroacústica na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML) e investigador no Instituto de Etnomusicologia da Universidade Nova de Lisboa. É director artístico do Festival DME e do Lisboa Incomum, que desenvolvem uma intensa actividade de investigação e criação de música erudita contemporânea. A sua música foi tocada em todo o mundo por ensembles e músicos como Christophe Desjardins, Pierre-Yves Artaud, Aida-Carmen Soanea, Ana Telles, ensemble Fractales, Ensemble Horizonte, Grupo de Música Contemporânea de Lisboa, Machina Lírica, Orchestre de Flûtes Français e Aleph Gitarrenquartett.
 
Autoria desta biografia: Monika Streitová
 
 
 
 
 
Projeto de Doutoramento
 
Título
"Quase uma utopia – O paradoxo da originalidade": a prática musical de Emmanuel Nunes
 
Orientação
 
JaimeReisDoutoramento.png
 
Resumo
A presente tese apresenta uma abordagem etnomusicológica à produção da “música erudita contemporânea ocidental”, em particular no caso de Emmanuel Nunes. Analiso a prática musical do compositor, procurando uma perspectiva global que revele um entendimento dos principais elementos que a envolvem, incluindo percursos biográficos, colaborações artísticas, científicas e institucionais, estudo . Foram tidos em conta os principais elementos discursivos utilizados, focando a atenção na organização da sua produção musical na sua relação com as suas estratégias de produção e relações com a forma como o compositor entendia que a obra seria percepcionada. A grelha analítica e a metodologia foram construídas a partir de diferentes perspectivas disciplinares, como a Etnomusicologia, Antropologia, Sociologia, Informática Musical e História Contemporânea, privilegiando uma perspectiva interdisciplinar que permitiu uma abordagem ampla ao objecto de estudo. Procurei problematizar a trajectória do compositor, desde o início da sua formação às suas relações institucionais em particular em Portugal, França e Alemanha, que facultaram uma difusão da sua obra em determinados contextos que foram descritos e analisados. Foi desenhado um percurso biográfico do compositor que complementasse os elementos previamente publicados, tendo recorrido ao meu contacto pessoal com Nunes, mas também a entrevistas com a sua família, amigos e outros indivíduos relevantes no seu percurso e que tive possibilidade de contactar. A investigação permitiu problematizar conceitos como “música erudita contemporânea”, em particular na obra de Emmanuel Nunes, através de uma análise às diferentes componentes envolvidas na produção musical, nomeadamente através do estudo de caso da electrónica de Einspielung I (1979/2011), revelando a sua organização, interligação, e interdependência na construção desta obra para violino e electrónica.
 
Palavras-chaveEmmanuel Nunes, música erudita contemporânea ocidental, produção musical, composição, electrónica.