• Guitarra
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutoranda
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

 

Maria João Vasconcelos é Professora de Educação Musical do 3º Ciclo do Ensino Básico (Quadro de Agrupamento) e, presentemente, Bolseira de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, encontrando-se a desenvolver um Projeto de Doutoramento em Educação (Supervisão e Avaliação), acolhido pelas Unidades de Investigação da Universidade de Aveiro INET-md e CIDTFF. Possui o Mestrado em Ciências Musicais (Etnomusicologia), pela UNL-FCSH, e a Licenciatura em Professores de Educação Musical do Ensino Básico, pelo IPC-ESEC. Para além destas habilitações, conta com o Curso Geral de Violino e o 8º Grau de Formação Musical do Conservatório de Aveiro de Calouste Gulbenkian. É autora de publicações na área da Música e Educação, e foi música filarmónica de flauta/flautim durante largos anos.

 
 
 
 
Projeto de Doutoramento
 
Título
Educação Musical no 3° Ciclo do Ensino Básico: contributos didáticos para uma educação de qualidade
 
zz-teseMariaJoao
 
 
Orientação
Helena Caspurro e Nilza Costa
 
Resumo

A problemática deste estudo reside na necessidade de debater perspetivas teóricas e práticas sobre o ensino, aprendizagem e avaliação de música, concretamente no âmbito do currículo da escolaridade básica, que possam potenciar e dar respostas mais efetivas ao que hoje se almeja para uma educação de qualidade para todos (UNESCO, 2015). Assim, este projeto assume um pensar e agir didático, por uma professora-investigadora/PI (autora do projeto), dirigido ao desenvolvimento do pensamento criativo-musical, na disciplina de Música do 3º Ciclo do Ensino Básico, relevando o princípio “sound before symbol”/”sound before sign” (McPherson & Gabrielsson, 2002; Mills & McPherson, 2006) e valorizando processos apoiados na resolução de problemas e na aquisição de competências especificas (da música) e transversais (trabalho de grupo, comunicação, auto/hetero avaliação). Desta forma, a ação didática da PI assume uma coerência entre a tríplice E&A&Av, conforme advogam diversos autores (e.g. Fernandes, 2009; Fautley, 2010). No contexto da disciplina de Música pode-se ainda verificar uma tendência para a valorização de formas de conhecimento alicerçadas na reprodução performativa, ou até mesmo teórica, de música. Isto é, de produtos ou respostas resultantes sobretudo do que o professor ensinou, e não tanto de processos e resultados do que o aluno foi capaz de aprender, com o professor e seus pares, com base nas possibilidades geradas e voltadas para a descoberta, ação e criatividade. 

 

Grupo de Investigação: Educação e Música na Comunidade