• KovaM
Menu

A OBRA

 

A Enciclopédia da música em Portugal no século XX (EMPXX) é a primeira grande obra de referencia dedicada à música praticada em Portugal ao longo do século XX. Com 4 volumes, inclui mais de 1250 entradas, 550 imagens, índices temático e onomástico. Abrange a música erudita, a música popular, a música tradicional, o folclore, o pop-rock, o jazz, o fado, a canção de Coimbra, e a música nas comunidades migrantes, abordando ainda modos expressivos em que a música desempenha um papel central, como a dança, o cinema e o teatro. Engloba os meios de comunicação de massa que tiveram impacte nos domínios musicais analisados, nomeadamente a edição de música impressa, a indústria fonográfica, a rádio e o cinema.

A EMPXX foi realizada, com direcção de Salwa Castelo-Branco, ao longo de mais de uma década, no Instituto de Etnomusicologia (INET) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa por uma equipa coordenadora e editorial constituída por investigadores do INET. Contou igualmente com 151 redactores, incluindo etnomusicólogos, musicólogos, antropólogos, historiadores, sociólogos, críticos, especialistas em dança e outros investigadores e docentes em universidades portuguesas e estrangeiras. Beneficiou também das perspectivas de consultores nacionais e internacionais.

Nos diversos domínios musicais contemplados, a EMPXX foca os compositores, intérpretes e agrupamentos musicais, professores, poetas e autores de letra, arranjadores e produtores, promotores e gestores culturais. Examina igualmente o percurso e a obra dos principais investigadores que, a partir de perspectivas disciplinares distintas, retrataram os universos musicais examinados. A Enciclopédia discute ainda o ensino (conservatórios, escolas de música, universidades, entre outros), os espólios de música escrita e gravada (arquivos, bibliotecas, e museus) e de um modo global as instituições reguladoras (universo associativo e instituições do estado). Descreve também diversos espaços de actuação e eventos significativos no desenvolvimento dos universos musicais. Caracteriza os instrumentos musicais utilizados no espaço português, nomeadamente na música tradicional, no folclore e no fado, bem como o contributo de construtores destes (organeiros e violeiros, entre outros), das fábricas de instrumentos e das lojas de música.

 

A EMPXX dirige-se a um conjunto diversificado de leitores, abrangendo o público em geral, incluindo aquele ligado à música, músicos, críticos, estudantes e investigadores de música, das outras Artes e das Ciências Sociais e Humanas. Pela sua abrangência, rigor, documentação e originalidade de investigação, constitui uma fonte indispensável para músicos e outros artistas, para estudantes, investigadores, críticos, melómanos e para o público em geral.

 

Editora
Círculo de Leitores / Temas e Debates

1.a edição: Janeiro de 2010
4 volumes, mais de 1200 entradas, cerca de 1500 páginas (360 por volume), 550 fotografias, índice temático e onomástico.