• Piano
Menu
Escolher um contacto:
Tags: DeCA | UA  
Imagem do contacto
Doutorando
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

É director artístico da Orquestra Sinfónica e professor de Iniciação à Direcção de Orquestra no Conservatório Superior de Música de Castilla y León (Espanha). Foi também Director Artístico da Orquestra Sinfónica de Burgos desde a temporada de 2006 até à de 2016, tendo dirigido mais de cinquenta concertos e consolidando a temporada de assinaturas da orquestra como uma referência cultural de primeira ordem na cidade e em toda a comunidade autónoma de Castilla y León. Destaca-se a estreia da ópera El Mozo de Mulas, do compositor burgalês Antonio José, em Novembro de 2017, mais de 80 anos depois do desaparecimento do autor. 
Lecionou cursos de Direcção de Orquestra  em Burgos, Ávila e Palencia e colaborou com as classes de Direcção de Orquestra do Conservatório Superior de Sydney (Austrália) e da Universidade de Aveiro (Portugal). Também dirige o coro ARS NOVA, com o qual tem apresentado interpretações de grandes obras do repertorio coral-sinfónico, como o Requiem Alemão de J. Brahms, O Messias de F. Händel, A paixão segundo São João e a Oratória de Natal de J. S. Bach ou o Requiem de W. A. Mozart, entre muitas outras.  
Javier Castro formou-se em Direcção de Orquestra na Universität der Künste de Berlim, Alemanha. Na Alemanha, dirigiu, entre outras, a Orquestra Filarmónica de Wernigerode, a Orquestra Sinfónica da UdK (Universität der Künste) de Berlim e a Orquestra Sinfónica de Berlim. Dirigiu a ópera Prima la musica, poi le parole, de Salieri, para o Teatro Unterm Dach, de Berlim. No Stadttheater de Hildesheim (Alemanha), dirigiu o musical Jesus Christ Superstar, a opereta Der Bettelstudent e a ópera Martha. Foi artista convidado no Festival Cordes et Pics, en Saboya (França). Dirigiu ainda, entre outras, a Orquestra da Comunidade de Madrid, no Auditório Nacional de Madrid, e a Orquestra Sinfónica de Castilla y León, no Auditório Miguel Delibes de Valladolid.
 
 

Ciência Vitae | ORCID

 

Projeto de Doutoramento
 
Título
Minatchi de Antonio José. Reviviendo una ópera olvidada. 
 
JavierCastro projeto
 
Orientação
Resumo

O objectivo desta investigação é uma reconstrução apresentação pública da ópera inédita Minachi, composta em1925 pelo compositor espanhol Antonio José Martínez, nascido em 1902 e fuzilado em 1936, em consequência da guerra civil espanhola, ficando a sua figura e obra silenciadas e esquecidas para as gerações posteriores. Nos últimos anos têm-se levado a cabo importantes iniciativas musicológicas e editoriais relacionadas com este artista, e, pessoalmente tive a possibilidade de estudar e dirigir em concerto a totalidade da sua obra orquestral conhecidaEstou cada vez mais convencido de que a investigação musicológica e a actividade editorial em torno de umcompositor não adquirem todo seu significado se os intérpretes não fazem soar a sua música, ou seja, se não a convertemos numexperiência real para o público. 

No Arquivo Municipal de Burgos deparei-me com uma partitura de Antonio José intitulada Minatchi, da qual não havia nunca ouvido ou visto maido que sua menção em catálogos ou listas das suas obras, e que tinha várias características que despertaram minha curiosidade:por um lado, estavpor orquestrar, na sua versão para vozes eredução para piano, mas completa e encadernada. Curiosamente, tinho texto escrito debaixo das partes vocais emdois idiomas:  espanhol e inglês. Além disso, a acção desenrolava-se nÍndia, com personagene temática hindus. Por último, uma indicação na página de rosto indicava que estavpensada de forma a poder ser interpretada emcolégios e congregações, indicando inclusive que no final da partitura aparecia um arranjo das partes de coro para serem cantadas só por vozes brancas ou só por vozes de homens. Estes dados abriam várias interrogações a respeito da obra, que fizeram surgir em mim a vontade de investigar a fundo sua música, seu contexto histórico eos aspectos relacionados com sua função e sua temática, para verificar se seria possível chegar a realizar alguma proposta performativa desta pequena ópera