• Dança 5
Menu
Escolher um contacto:
Tags: DeCA | UA  
Imagem do contacto
Doutorando
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

Túlio Augusto S. Santos (1983) é compositor e performer. Graduadoem Composição e Regência pela Universidade Federal da Bahia (Brasil), mestre em Composição Musical pela Universidade de Aveiro, mestre em Ensino de Música (Análise e Técnicas de Composição) pela Universidade de Aveiro (Portugal) e doutorando na Universidade de Aveiro. É professor no Collegium Musicum – Conservatório de Música de Seia, Escola Profissional da Serra da Estrela e Conservatório Regional de Castelo Branco, onde também é coordenador dos Cursos Livres de Jazz. Estudou com Paulo Costa Lima, Fernando Burgos, Wellington Gomes, Agnaldo Ribeiro e Sara Carvalho. Participa ativamente nos âmbitos da música erudita e popular, tendo atuado no Brasil, Portugal, Suécia, Holanda, Bélgica, Inglaterra, Israel, França, Espanha, Dinamarca, Qatar e Itália. Seu trabalho tem sido executado por ensembles como o ICE (internation Contemporary Ensemble), Performa Ensemble, Ensemble DME, Duo Robatto, grupo Cron, Ensemble MAB, Orquestra da Universidade Federal da Bahia, entre outros. Como performer, Túlio tem apresentado seu trabalho autoral para guitarra elétrica e harmônica em diferentes contextos que vão de concerto solo a grupo de jazz, ensemble misto, música eletrônica à orquestra sinfônica.
 
 
Ciência Vitae | ORCID
 
 
Projeto de Doutoramento
 
Título
Dimensões intertextuais: Diálogos composicionais entre tradição e contemporaneidade
 
Orientação
 
Resumo
Este trabalho trata da investigação de processos composicionais conduzidos pelo entrelaçamento dos aspectos e elementos estruturais da música de tradição popular e da tradição composicional erudita. Tem como princípio essencial a atitude intertextual como abordagem motivadora. Trata-se de uma investigação no campo da teoria e prática composicional fundamentada na intertextualidade em música como ferramenta de criação. Visa, contudo, ampliar a abordagem de ressignificação de elementos da cultura de tradição popular mantendo-se, inclusive, elementos reconhecíveis circunscritos no âmbito lusófono.