• Bombos
Menu
Escolher um contacto:
Tags: DeCA | UA  
Imagem do contacto
Doutorando
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

Elielson Gomes é aluno de doutoramento e membro do Laboratório Loop Lab, no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro. Possui bacharelado em música em trompete pela Universidade Estadual do Pará e também curso técnico em trompete, eixo tecnológico, produção e design cultural pela Fundação Carlos Gomes. Trabalha profissionalmente desde 2000 e, no mesmo ano, foi um dos músicos do Pará a representar o Brasil na Olympic Band 2000, nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália, conquistando três prémios pela sua participação neste evento. É professor da aula de trompete na Escola de Música da Universidade Federal do Pará desde 2010. Como intérprete e compositor, foi o trompetista principal da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz de 2005 a 2017 e na  banda de Jazz Amazônia jazz band de 2000 a 2017, ambas localizadas em Belém do Pará. Em 2014, participou como músico e arranjador folclórico do Trompete Ensemble Brasil na 49ª Internacional Trumpet Guild, na Pensilvânia, EUA.
 
Ciência Vitae | ORCID
 
 
Projeto de Doutoramento
 
Título
A performance da música para trompete e eletrônica ao vivo: uma proposta de recriação 
 
Orientação
 
Co-Orientação
Gilvano Dalagna, César Traldi
 
Resumo
Pesquisa desenvolvida no doutoramento em música no ramo da performance, no âmbito do Programa Doutoral em Música da Universidade de Aveiro. Enquadrada como uma investigação artística, essa pesquisa está centrada na performance da música para trompete e eletrônica ao vivo (live electronics), composta na década de 1970. O tema surgiu a partir dos encontros no laboratório de Live Looping no Centro de investigação em Música eletrônica (CIME) na Universidade de Aveiro e centrou-se em três motivações específicas (Maxwell, 1996): pessoal, prática e de investigação. A motivação pessoal diz respeito ao meu interesse no aperfeiçoamento artístico como trompetista. A motivação prática diz respeito ao meu interesse em resgatar repertório que tenha sido esquecido pela comunidade de trompetistas com formação clássica, como é o meu caso. Finalmente, a motivação de investigação diz respeito ao meu interesse em explorar as possibilidades da música para trompete e eletrônica ao vivo, identificando alternativas interpretativas que contemplem outras visões sobre esse repertório e que possam ser exploradas por outros instrumentistas.  Com o apoio do laboratório de live looping da Universidade de Aveiro, através do investigador Alex Duarte, a pesquisa será dividida em duas etapas: pesquisa e criação. Na primeira etapa o foco será desenvolver novas programações para cada obra no PD. Na segunda etapa, o foco será a pesquisa de possibilidades de performance das obras selecionadas. Depois de feito o levantamento possível de todas as condições, parâmetros e recursos implicados na execução das mesmas no seu contexto original, dar-se-á início a um período de investigação artística propriamente dita, procurando encontrar novas soluções, num processo de releitura, reescrita e de recriação conducente a uma performance assumidamente contemporânea dessas mesmas obras. Ao longo desse processo prevê-se a realização de encontros com compositores, especialistas na escrita de música para instrumentos e eletrônica ao vivo. Nesses encontros terei o intuito de escrutinar as possibilidades de recriação, releitura, e reescrita que permitirão ter feedback sobre o trabalho realizado. Ao mesmo tempo, os encontros aqui previstos contribuirão para a divulgação e promoção de repertório com base no PD junto a esses compositores. Convém ressaltar que serão realizadas também uma série de performances públicas que permitirão avaliar a eficiência do trabalho criativo realizado.