• KovaM
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Integrado Doutorado | Investigador Auxiliar
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas | Universidade Nova de Lisboa
Av. de Berna, n.º 26 C
1069-061 Lisboa
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 21 790 83 00 (ext. 1583)

Nota Biográfica

Dulce Simões é investigadora no Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Doutorada em Antropologia (especialidade poder, resistência e movimentos sociais) pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Realiza investigação de terreno em Portugal e Espanha sobre relações fronteiriças, políticas de identidade, movimentos sociais, usos da memória e práticas culturais. Participa em projetos I&D internacionais e multidisciplinares. É membro fundador do RIARM – Red(e) Ibero-americana Resistencia e (y) Memoria, e do Grupo de Estudios Sociales Aplicados da Universidad de Extremadura. Das publicações mais recentes assinalam-se: (2017) Memórias, Sociabilidades e Resistências: O caso da Cooperativa de Consumo Piedense. Vale de Cambra: Caleidoscópio; “A turistificação do Cante Alentejano como estratégia de desenvolvimento sustentável: discursos políticos e práticas da cultura”, in Pestana, Maria do Rosário e Oliveira, Luísa Tiago (coord.) Cantar no Alentejo. A Terra, o Passado e o Presente. Estremoz Editora, pp. 59-88; “Festas e imaginários celtas numa aldeia global: o caso do Festival de Música Tradicional e Celta de Santulhão”. Adra, 12: 35-50; (2016) A guerra de Espanha na raia luso-espanhola. Resistências, solidariedades e usos da memória. Lisboa: Edições Colibri; (2014) "Teatro de amadores em Almada: performance e espoir em tempo de Revolução" in Paula Godinho (coord.) Antropologia e Performance – Agir, Atuar, Exibir. Castro Verde: 100LUZ, pp. 237-256; (2013) "E o mar é tão grande: utopia e liberdade nas cantigas de José Afonso", A Trabe de Ouro, 96: 45-62. Desempenhou o cargo de produtora-realizadora na Radiotelevisão Portuguesa (1979-2003), realizando diversos géneros de produtos audiovisuais.