• Bombos2
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Doutor Integrado | Investigador
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

Luís Bittencourt é percussionista, compositor, artista-pesquisador e produtor musical. Performer ativo em vários estilos - desde música clássica, folclórica sul-americana, improvisação livre até música experimental contemporânea - Luís Bittencourt é considerado "um mestre da experimentação sonora" (Vision Magazine, Portugal) e suas performances “uma torrente de originalidade” (Casa da Música, Portugal). Bittencourt vem se apresentando a solo na Europa, Oceania, América do Norte e do Sul, e seus concertos incluem primeiras audições de suas próprias composições, e de compositores como Tan Dun, Gabriel Prokofiev, Steve Reich, Vinko Globokar e alguns dos mais importantes compositores portugueses contemporâneos. Além de sua atividade como artista solo, Bittencourt integra a N.O.F.P. (Nova Orquestra Futurista do Porto) e Srosh Ensemble, ambos dedicados à música experimental contemporânea; Gamelan Ensemble da Casa da Música (música contemporânea para gamelan); Tríptico (trio instrumental dedicado à música folclórica da América Platina); Xperimus Ensemble (música contemporânea portuguesa) e uma dupla com a harpista espanhola Angelica Salvi, dedicada ao repertório de música contemporânea originalmente composto para harpa e percussão. Bittencourt também foi destaque em muitos festivais de arte e música contemporânea e atuou e colaborou com Lee Ranaldo e Leah Singer (Sonic Youth), Jeffrey Ziegler (Kronos Quartet), Phill Niblock, Kuniko Kato, Ney Rosauro, Helga Davis, Katherine Liberovskaya, David Sheppard, Paola Prestini, Found Sound Nation, Ali Hossaini, Gabriel Prokofiev (NonClassical), David Cossin (Bang on a Can), Jon Rose, Miquel Bernat & Drumming GP, Mina Tindle, Emily Hall, entre outros.

Como artista-pesquisador, seus interesses incluem percussão, som, performance musical, música contemporânea, arte sonora, técnicas estendidas, instrumentos e fontes sonoras incomuns, instrumentalidade, improvisação, música experimental e experimentação em música. Bittencourt é autor de duas investigações pioneiras, nomeadamente: "Percussão e instrumentalidade: explorando a performance de instrumentos e fontes sonoras incomuns ", uma pesquisa artística de doutoramento financiada pela CAPES, e "O uso da água como fonte sonora percussiva: análise de Water Music de Tan Dun”, uma investigação de mestrado sobre as possibilidades da água como instrumento musical. Suas investigações estabeleceram novos insights sobre a experimentação em música para percussão e sobre a instrumentalidade de objetos do cotidiano, e foram publicadas e apresentadas em muitos eventos e instituições ao redor do mundo, como o Conservatório Superior de Música e Dança de Lyon (FR), Leeds College of Music (Reino Unido), Conservatório de Valencia (ES), Guildhall School of Music and Drama (UK), Universidade Federal de Santa Maria (BR), International Summer Course for New Music Darmstadt (DE), Bath Spa University (UK), Queensland Conservatoire/ Griffiths University (AU). Bittencourt é PhD em Performance Musical e Mestre em Performance Musical pela Universidade de Aveiro, Portugal, e Bacharel em Performance de Percussão (Universidade Federal de Santa Maria, Brasil). Também é investigador contratado no projeto “XPerimus: experimentação musical na cultura portuguesa: história, contextos e práticas nos séculos 20 e 21” e pesquisador integrado no Instituto de Etnomusicologia - Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md ) Para mais informações, acesse www.luisbittencourt.com