• Batuque
Menu
Escolher um contacto:
Imagem do contacto
Integrado | Doutorando
Departamento de Comunicação e Arte | Universidade de Aveiro
Campus Universitário de Santiago
3810-193 Aveiro
Portugal
Tel: (+351) 234 370 389 (ext. 23700)

Nota Biográfica

Francisco José Gil Ortiz concluiu os seus estudos musicais em Albacete com o professor J. Carlos Vila e na RCSM em Madrid, com os professores J. Vicente Peñarrocha e Justo Sanz, com Distinção. Francisco detém ainda um diploma em Ensino de Música pela Universidad de Castilla-La Mancha, um mestrado em Investigação Musical pela International University of Valencia (VIU) e concluiu os estudos em Direção Orquestral na RCSM em Madrid.
É membro da Joven Orquesta de la Comunidad de Madrid, da O. des Jeunes de la Méditerranée, da European Youth Wind Orchestra, da World Orchestra Jeunesses Musicales, da Netherlands Young Orchestra e ainda da Schleswig-Holstein Musik Festival Orchestra. Colaborou com várias orquestras tais como a ORTVE e a Municipal Wind Band of Madrid. É membro da Municipal Wind Band of Albacete e ensinou vários cursos nos Conservatórios de Amaniel (Madrid) e Alcalá de Henares. Atualmente, leciona no Conservatório de Castilla-La Mancha. Encontra-se de momento em licença do seu lugar de maestro da Spanish National Police Wind Band.
Francisco ganhou diversos prémios em competições nacionais e internacionais de clarinete, e ainda mais de 15 prémios em competições de música de câmara com a violoncelista Georgina Sánchez (duo Santor-Gilort). Como solista, interpretou composições de Mozart, Spohr, Mendelssohn, Bernstein, Perón, Weber, Calatayud, Françaix, Copland...  Apresentou concertos na Europa e na América, onde participou também em gravações para rádio e televisão. Recentemente, foi convidado para membro do júri do concurso Rovere d´oroem San Bartolomeo al Mare (Itália). Os seus trabalhos gravados incluem: Works for E-flat clarinetcom o pianista Elías Romero (um dos poucos trabalhos gravados dedicados a este instrumento); Leyenda,com foco na música espanhola para clarinete e piano; e Beethoven/Tauschcom música dos dois compositores para duo de clarinete e violoncelo.
As suas composições encontram-se publicadas por SANTOR Ediciones.
Mais informação: www.franciscojosegil.com
 
 
 
Projeto de Doutoramento 
 
 
Título
«Mi bemol: Una propuesta interpretativa-“novocreativa” de repertorio para requinto»

 

Orientação
Luís Carvalho

 
Resumo
The E-flat clarinet is the smallest clarinet in the family that is used nowadays. It is not usual to see a specialist in this instrument that plays it in a recital, as it’s done with the soprano clarinet. There is short literature for this instrument as a soloist or in small ensembles of chamber music compared with the clarinet, although at the beginning of its appearance, it was an instrument tuned in D (essentially very similar to the E-flat clarinet). From the middle of the 18th century, composers stopped writing for this instrument in benefit of larger clarinets: the soprano clarinet. In the 20th and 21st centuries, the E-flat clarinet has had certain attractiveness because some composers have written for it.
On the one hand, the end of this work is to make a study about the soloistic music of E-flat clarinet to make its repertoire known. On the other hand, all Spanish compositions founded will be analyzed to propose solutions about the particularities required by the E-flat clarinet and what differentiates it from the clarinet. There is short specific pedagogical literature, so the research will help anyone who may need information about it.